Felipe Gomide

rabeca, voz e cordel

Eliezer Tristão

souzafone

Marcus Simon

percussão e voz 

Bruno Duarte

davul, surdo e voz

Davi Freitas

violão e voz

Depois de quatro anos do lançamento do seu primeiro álbum, SERTÃO CIGANO, o XAXADO NOVO se reinventa no espetáculo inédito: VAGAMUNDO.

 

Assim como diversos povos ao longo da história atravessaram fronteiras, físicas e temporais, a música também sempre transcendeu limites, conectou povos e culturas, deixou-se reinventar e remodelar num infinito de possibilidades.

 

No Brasil, mais do que qualquer outro lugar do mundo, uma miríade de povos e etnias, nativas e exóticas, contribuíram para a formação da cultura popular; de mouros à ciganos, tupinambás à malês, criando um universo musical único e especial, um tesouro impalpável de ritmos e melodias.

 

Assim como os peregrinos, os imigrantes, os andarilhos e refugiados, o Xaxado Novo se propõe à atravessar fronteiras com o VAGAMUNDO, conectando povos e melodias, ritmos e estórias em torno do manancial infinito da música popular e tradicional brasileira."